Salvador
26°
nuvens dispersas
umidade: 69%
vento: 6m/s SL
Máx 26 • Mín 25
Weather from OpenWeatherMap

Operação integrada é deflagrada no Aeroporto de Salvador

Para o período do Carnaval, a Polícia Civil criou uma ação intitulada Operação Voo Legal, que almeja impedir a entrada de drogas, armas e contrabando no estado. A escolha dos voos vistoriados será feita pela Polícia Federal, baseada em rotas com maior probabilidade de flagrar traficantes e contrabandistas. Até agora, a Operação já abordou cerca de 4 mil pessoas no Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães, em Salvador.

Deflagrada em 17 de janeiro, em parceria com a Polícia Federal (PF), a Receita Federal e o apoio da Coordenação de Operações Especiais (Coe), a Operação realiza vistorias nas bagagens dos passageiros através de scanners, que podem revelar algum item suspeito. Caso isso ocorra, serão revistadas pelos policiais e agentes, além disso, os cães farejadores da Coe também ficam de prontidão na hipótese de suspeita da presença de drogas.

Esses cães são treinados desde filhotes para identificar o cheiro dos entorpecentes mesmo que eles estejam camuflados entre itens com odores muito ativos, como o café. “O avião é orientado a efetuar o desembarque em local onde o fluxo é menor, evitando transtorno à rotina do aeroporto”, explicou a delegada Indira Croshere, da PF. Não existe, segundo o delegado André Garcia, do Draco, perfil definido para pessoas que trazem drogas, “daí as abordagens feitas indiferentemente em relação ao gênero ou idade do cidadão”

A Polícia Civil afirma que independente do meio, por terra, mar e até por encomendas através dos Correios, as operações denominadas ‘Mar Seguro’, ‘Pista Limpa’ e ‘Correspondência Legal’ ocorrem antes e durante a folia carnavalesca.

Comentar

%d blogueiros gostam disto: