Salvador
25°
nuvens dispersas
humidity: 69%
wind: 6m/s ESE
H 25 • L 24
Weather from OpenWeatherMap

“Vemos um país mais pacífico”, diz integrante da Minustah no Haiti

Após 13 anos, as tropas brasileiras começaram a deixar o Haiti devido ao encerramento da Missão de Paz das Nações Unidas (Minustah). Por conta disso, o tenente Diego Peralva, da 6ª região militar em Salvador relatou que o país já apresenta uma sociedade mais equilibrada, durante entrevista realizada nesta quarta-feira (6), no programa Balanço Geral, da Rádio Sociedade da Bahia.

Peralva, que integrou ao 25º Contingente Brasileiro (Contbras), contou que a Minustah contribuiu na mudança do perfil social no país caribenho. “A violência no Haiti diminuiu bastante com a atuação das forças armadas. Hoje vemos vendedores haitianos na rua, visitamos também a comuna Cité Soleil, no qual é considerada a favela mais perigosa do mundo, e hoje vemos ela totalmente pacificada”, explicou.

O Tenente também falou um pouco da sua dedicação no exército. “Comecei no exército em 2007, e vem me dedicando ao treinamento. Me sinto grato pela experiência obtida no Haiti, onde, com certeza, contribuiu com a minha experiência profissional, sendo a mais importante da minha carreira”, comentou.

A saída das tropas brasileiras ocorre gradualmente, e contou com 850 militares do Exército Brasileiro, Marinha, e Força Aérea no 25º Contbras (último), sendo 20 militares baianos. Além disso, a Polícia Nacional Haitiana e também o componente policial da ONU comandam e reforçam a segurança no país. A previsão é que até outubro, as tropas brasileiras sejam totalmente retiradas.

Foto: Divulgação|Rádio Sociedade da Bahia

Comentar

%d blogueiros gostam disto: