Salvador
25°
chuva
umidade: 78%
vento: 4m/s SL
Máx 26 • Mín 25
Weather from OpenWeatherMap

A deputada Manuela D’ávila pode não concorrer à presidência da república

Foto: reprodução / Facebook

A deputada estadual, Manuela D’ávila, admitiu que pode abrir mão de sua pré-candidatura à presidência da república, por uma união de partidos de esquerda já no primeiro turno das eleições presidenciais.

No entanto, ela condiciona o posicionamento a um gesto do PT, que mantém a pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mesmo com o petista preso, do PDT, que lançou o ex-ministro Ciro Gomes, e do PSOL, cujo pré-candidato é Guilherme Boulos.

Para Manuela, o PC do B não é um obstáculo à união das esquerdas, mas o partido não abrirá mão de seu nome, se as outras legendas não fizerem o mesmo em torno de um único projeto.

Manuela é deputada estadual pelo Rio Grande do Sul desde 2015. Antes disso, a candidata cumpriu dois mandatos consecutivos como deputada federal pelo estado e foi líder do partido na Câmara. D’Ávila é a terceira candidata que o partido lança desde sua fundação, sendo uma em 1930 e outra em 1945.

Comentar

%d blogueiros gostam disto: