Digite sua busca

Brasil Notícias Notícias em destaque

Morre João Gilberto, pai da Bossa Nova e um dos talentos da rádio Sociedade

Compartilhar

Morreu neste sábado(6), no Rio de Janeiro, aos 88 anos, o cantor e compositor João Gilberto, criador da bossa nova, um dos maiores nomes da MPB, filho ilustre de Juazeiro e um dos talentos que passaram pela rádio Sociedade da Bahia em seus 95 anos de existência.

João Gilberto Prado Pereira de Oliveira, nasceu em Juazeiro, sertão da Bahia, nas margens do Rio São Francisco, em 1931. Teve contato com a música em casa, vendo seu pai, Joviniano Domingos de Oliveira, tocar cavaquinho e saxofone como amador, que o presenteou com um violão aos seus 14 anos. Em 1947, mudou-se para Salvador, abandonou os estudos para se dedicar somente à música.
Em 1949, João se lançou oficialmente na carreira artística na Rádio Sociedade da Bahia, onde teve seu primeiro emprego com carteira assinada como integrante do cast de artistas da emissora. A partir de seu trabalho no rádio baiano, foi convidado para integrar o conjunto vocal Garotos da Lua, em 1950 e seu talento ganhou o mundo.

Considerado um gênio, o artista criou o novo gênero musical, contribuiu muito para tornar a bossa nova um estilo reconhecido mundialmente, e consolidou as bases da Bossa Nova com os discos Chega de Saudade (1959), O Amor, o Sorriso e a Flor (1960) e João Gilberto (1961). Chega de Saudade, de autoria de Vinícius de Moraes e Tom Jobim, é uma das músicas mais famosas tocadas por João Gilberto. O álbum jazz e bossa nova Getz/Gilberto (1964), uma parceria com o saxofonista estadunidense Stan Getz, foi premiado com o Grammy. Ele também fez composições próprias, como Bim-Bom e Oba-la-la.

João pisou nos palcos pela última vez em 2008, para as comemorações dos 50 anos da Bossa Nova. Foi visto cantando e tocando violão pela última vez em 2015, ele apareceu em vídeos postados na rede social Facebook por Claudia Faissol, mãe de Luisa, filha caçula do cantor. No vídeo ele estava de pijama, ao lado da filha tocava e cantava Garota de Ipanema.

O artista deixou um legado muito valioso para a música brasileira, do jazz ao rock, vai deixar muita saudade.

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X