Salvador
27°
nuvens dispersas
umidade: 74%
vento: 4m/s L
Máx 27 • Mín 26
Weather from OpenWeatherMap

Cardiologista tira dúvidas sobre hipertensão no VIVA BEM

A hipertensão é uma doença silenciosa e que pode afetar qualquer pessoa, de qualquer idade. Um dado divulgado pelo Ministério da Saúde revelou que o número de brasileiros com a pressão arterial alta aumentou 14,2% nos últimos dez anos. Chegando a 25,7%, na média nacional. Para falar sobre o assunto, o VIVA BEM convidou a cardiologista Ruth Carolina.

Em Salvador, os dados mostraram resultados ainda mais preocupantes, com percentual chegando a 27,4% da população local. Diversos fatores podem contribuir com a pressão alta. Chamados de “não modificáveis”, nós temos a predisposição genética, sexo e idade. Mas ainda há os fatores “modificáveis”, como o sedentarismo, hábitos de vida não saudáveis, alimentação inadequada e obesidade.

Quando a pressão é considerada alta? Essa é uma pergunta que muitas pessoas costumam fazer. Muitos falam 12 por 8, outros 11 por 7. Ruth esclareceu ao vivo.

Ano passado saíram novas diretrizes para o diagnóstico de hipertensão. Antigamente, falava-se muito da pressão 12 por 8. Em tese, a pressão arterial 12 por 8 não é nada bom. A essa altura já é preciso ligar o sinal de alerta e passar a se cuidar, mudar o estilo de vida, cuidar da alimentação e fazer atividade física

A cardiologista também falou sobre a importância de incorporar a prática de exercícios físicos à rotina, mas sinalizou os cuidados que se deve ter antes de colocar o pé na esteira.

Durante o exercício é normal que exista uma elevação da pressão arterial. Contanto que haja uma avaliação prévia, hipertensos podem sim manter atividades físicas, como corridas e caminhadas.

Para conferir o programa desta quarta-feira, clique aqui!

VIVA BEM vai ao ar de segunda à sexta-feira, às 16h, na Rádio Sociedade da Bahia. Você também pode participar do nosso programa pelo Facebook e Instagram: @radiosociedadedabahia. Faça a sua pergunta através do telefone (71) 3486 3201 ou pelo WhatsApp (71) 9 9656-1025.

 

Comentar

%d blogueiros gostam disto: