Salvador
24°
chuva fraca
humidity: 100%
wind: 7m/s ESE
H 25 • L 24
Weather from OpenWeatherMap

Confira entrevista com a banda Calcinha Preta

Nesta sexta-feira (11) a Banda Calcinha Preta esteve nos estúdios da Rádio Sociedade da Bahia para participar do programa Show da Tarde, com nossa amada Adriana Silva. Em entrevista ao nosso site, Ana Gouveia e Bell Oliver comentaram um pouco sobre carreira nacional e internacional, projetos, repertório, e sobre o novo CD.

Carreira

Ana começou muito nova, passando por várias bandas, entre elas, de forró. “Fui para a banda Mulheres Perdidas, vim para a Calcinha Preta em 2009, saí…voltei, e estou aqui para uma nova história”. Sobre a importância do grupo ela comenta “A Calcinha Preta é muito importante pra mim, eu era Ana Jara e agora sou Ana Gouveia, foi um divisor de águas na minha vida. Foi depois da Calcinha Preta eu tive minha história nacionalmente mais vista. Sempre foi e sempre será especial na minha vida”.

Bell Oliver é formado no curso de Administração e começou a cantar profissionalmente aos 21 anos na banda Cintura Fina, de Aracaju. “Comecei na ‘Cintura Fina’, depois foram quatro anos na Cavaleiros do Forró, foi uma passagem maravilhosa e gravei grandes sucessos. Em 2008 entrei para a Calcinha Preta e gravei uma das músicas mais importantes que é ‘Você não vale nada’, saí…tentei minha carreira solo, não deu muito certo. Retornei e na data de hoje, 11 de agosto, estou comemorando dois anos da minha volta. Pretendo passar um bom tempo agora, e sempre fui fã da Calcinha Preta, sei da responsabilidade, os fãs são exigentes, mas eu e Ana levantamos essa bandeira, e gostaria de agradecer a todos os fãs clubes do Brasil inteiro que nos apoiam”.

Show no Coliseu / Repertório

Bell afirma “Uma coisa que eu venho percebendo ao longo desse tempo, é que a pessoa que paga ingresso para ouvir Calcinha Preta, ele quer ouvir Calcinha Preta. Então vamos cantar hoje 90% Calcinha Preta, a gente termina o show do jeito que eu comecei minha carreira, tomando cachaça e cantando só o que eu gosto, que é música das antigas como Zezé de Camargo e Luciano, Leonardo, entre outros. Quem vai pro Show da Calcinha Preta não fica só, o forró romântico tem que dançar com alguém”.

Novo CD

“O volume 29 tem duas novas canções que é ‘Homem de Rua’ e ‘Eu Vim do Futuro’, tocamos no Brasil todo. Tenho certeza que aqui na Bahia o pessoal gosta de arrocha, mas no Norte/ Nordeste tenho certeza que Bell leva suas músicas de todos os jeitos e formas, temos mais de 400 gravadas, e nosso objetivo é agradar todo o país. Fizemos um pout pourri de várias canções”, afirma Ana Gouveia.

Novidades

A Banda Calcinha Preta no início do mês de Setembro realizará um show nos Estados Unidos e garante que o público internacional gosta das músicas e aguarda ansiosamente pelo grupo. “É uma alegria sair do país e mostrar nossa cultura lá fora, por incrível que pareça já tem uma galera esperando. É gratificante levar esse calor humano pra lá, e esse ano provavelmente vamos participar do Brazilian Day então vai ser mais especial ainda, a melhor de todas”.

Recado para os fãs de Salvador: “É um caso de amor essa terra, nosso telefone não para! Está todo mundo convidado para curtir a mais gostosa do Brasil, porque onde tem calcinha EU VOU!”. 

Comentar

%d blogueiros gostam disto: