Salvador
27°
algumas nuvens
umidade: 74%
vento: 6m/s L
Máx 28 • Mín 27
Weather from OpenWeatherMap

Mais de 300 trios já foram vistoriados durante o Carnaval

Cerca de 333 trios elétricos já foram vistoriados por fiscais de combate à poluição sonora da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) durante o Carnaval de Salvador. Somente no domingo (11), foram feitas 106 vistorias, sendo 76 no Circuito Dodô (Barra-Ondina) e 34 no Osmar (Campo Grande). A ação, que visa coibir a prática abusiva de emissão sonora, seja nos trios ou em estabelecimentos comerciais, segue até o último dia da folia.

O índice permitido por lei para trios elétricos é de 110 decibéis. Já para os trios elétricos voltados ao público infantil, o limite máximo é de 80 decibéis. Até o momento, o único trio autuado por desrespeitar o limite máximo de 80 decibéis foi o trio de Carla Perez, que comandou a pipoca infantil do Algodão Doce.

Márcia Cardim, coordenadora de Fiscalização Sonora da Semop, ressalta a importância dos blocos ao levarem seus trios para os circuitos dentro dos limites de decibéis permitidos. “Os impactos são diversos na saúde do nosso folião, entre perda auditiva e abalo no sistema nervoso central, que pode causar euforias e outros problemas.”. Caso desobedeçam a redução imposta quanto aos decibéis, os trios podem, inclusive, ser impedidos de saírem nos circuitos.

Zonas de Silêncio – As Zonas de Silêncio são os locais onde não são permitidas passagens de som dos trios elétricos, nem a utilização de aparelhos de som ligados em bares ou veículos nas áreas residenciais dos circuitos do Carnaval. A medida atende a uma antiga reivindicação dos moradores que residem em trechos que integram os circuitos da folia. O monitoramento das Zonas de Silêncio ocorre nas proximidades do Hospital Espanhol e vai até o Corredor da Vitória. Aos que descumprirem o que é estabelecido por lei, lhes são geradas autuações, multas, até impedimentos de saírem em desfile nos circuitos.

Foto: Jefferson Peixoto/SECOM PMS

Comentar

%d blogueiros gostam disto: