Salvador
23°
chuva fraca
umidade: 94%
vento: 5m/s SSL
Máx 26 • Mín 24
Weather from OpenWeatherMap

Após Simões Filho, mutirão do Primeiro Emprego segue para Camaçari

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

Nesta terça-feira (13), às 14h, no Centro de Educação Profissional em Serviços e Processos Industriais Irmã Dulce (Ceep), em Simões Filho, aconteceu uma ação a fim de agilizar a atualização dos dados cadastrais dos beneficiários para o programa Primeiro Emprego. Voltado para cerca de 500 egressos de cursos técnicos, o evento recebeu estudantes de toda a Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Nos mutirões, a situação cadastral é avaliada em triagem, com fichas verdes, amarelas e brancas e, em seguida, o candidato é encaminhado para realizar os próximos passos. Após a inserção ou correção dos dados dos beneficiários, há a viabilização do processo de intermediação. Segundo o coordenador geral do Sinebahia, Ildázio Pitanga, “há um cruzamento das vagas com o perfil do candidato. A partir desse cruzamento de informações, há a alocação do beneficiários para as funções disponíveis captadas pelo governo estadual”.

O contrato é gerenciado e fiscalizado pela Secretaria da Administração do Estado (Saeb), que também é responsável pelos pagamentos. Os acordos têm vigência de 24 meses, no âmbito estadual, e as empresas privadas decidem pela manutenção ou não das contratações. Nos órgãos estaduais, o contemplado recebe salário mínimo, plano de saúde (Planserv) e vale transporte.

Próximos municípios

Mais cinco municípios vão receber o mutirão do Primeiro Emprego, ainda neste mês. Na próxima quinta-feira (15), das 08h às 14h, a iniciativa acontece em Camaçari, e, no dia 19, a ação chega a Alagoinhas. Dias 21, 22 e 23 é a vez de Ipirá, Feira de Santana e Juazeiro, respectivamente.

Histórico

Das nove mil contratações previstas pelo Programa Primeiro Emprego para o biênio 2017/2018, o Governo do Estado já alcançou cinco mil. A ação é promovida pelas secretarias estaduais da Educação (Sec), do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), da Administração (Saeb), Casa Civil e instituições parceiras, como a Fundação Luís Eduardo Magalhães (Flem) e Fundação Estatal Saúde da Família (Fesf).

Comentar

%d blogueiros gostam disto: