Salvador
24°
nuvens dispersas
humidity: 83%
wind: 4m/s E
H 25 • L 24
Weather from OpenWeatherMap

Na estreia de Carpegiani, Bahia empata com o Palmeiras em São Paulo

O torcedor do Bahia sofreu na noite de ontem (12) vendo o time jogar no Pacaembu, em São Paulo. Na estreia de Paulo Cézar Carpegiani, o Tricolor foi atrás do placar e arrancou um empate por 2 a 2 com o Palmeiras, depois de sair perdendo por 2 a 0. O Verdão saiu na frente com William e ampliou com Bruno Henrique. O Bahia diminuiu com Edigar Júnio, antes do final do primeiro tempo. Aos 41 minutos, em cobrança de pênalti, o próprio Edigar empatou o jogo dando números finais a partida. Com o resultado, o Bahia subiu para a 14ª colocação, agora, com 32 pontos. O Palmeiras, com 44 pontos, caiu para a quinta colocação. Na próxima rodada, o Bahia vai receber o Corinthians, domingo (16), às 18h, na Arena Fonte Nova. Já o Porco vai até Goiânia enfrentar o Atlético-GO.

O jogo

Vivendo momentos distintos na competição, Palmeiras e Bahia se enfrentaram no Pacaembu em São Paulo. Se por um lado, vencer colocaria o time paulista em boas condições na tábua de classificação, por outro, o Bahia entrou em campo sabendo da pressão, porém, motivado pela estreia de Paulo Cézar Carpegiani. No jogo, o Palmeiras deu logos o cartão de visita ao Tricolor de Aço. William, após desvio de Moisés, abriu o placar logo aos 2 minutos do primeiro tempo: 1 a 0, Porco. Depois do gol, o Bahia melhorou em campo e até criou algumas oportunidades, mas parou no inspirado Fernando Prass.

Quando era melhor na partida, o baque: o Palmeiras chegou ao segundo gol. A bola sobrou para Bruno Henrique, que só empurrou para o fundo das redes do goleiro Jean: 2 a 0, Palmeiras. O Bahia continuou insistindo e novamente parou no goleiro Fernando Prass. Até que antes do final do primeiro tempo, o Bahia conseguiu diminuir o prejuízo e Edigar Júnio fez 2 a 1.

Na volta do segundo tempo, só deu Bahia. O Palmeiras não conseguiu jogar. O técnico Cuca promoveu algumas mudanças, mas não surtiram efeito. O Verdão esperou por um contra-ataque para matar a partida e até teve a chance. Dudu recebeu excelente passe por trás da zaga, mas Jean saiu bem e conseguiu evitar o terceiro gol do time Paulista. Em lances rápidos, o Bahia tentou o empate com Mendonza e Prass novamente fez bela defesa. Aos 41 minutos, o colombiano Mendonza foi lançado e Róger Guedes o derrubou na área. O juíz Rafael Traci marcou pênalti, que foi convertido por Edigar Júnio, fazendo seu segundo gol no jogo e dando números finais a partida: 2 a 2.

Foto: Ale Cabral/Agif/Estadão Conteúdo

Comentar

%d blogueiros gostam disto: