Salvador
27°
Algumas nuvens
umidade: 74%
vento: 4m/s L
máx: 27 • mín: 27
Weather from OpenWeatherMap

Governo paga R$ 65 mil para canal do youtube elogiar reforma do ensino médio

Foto: Divulgação|Internet

Com mais de 7 milhões de assinantes, o canal do Youtube “Você Sabia?” recebeu R$ 65 mil do governo federal para falar positivamente sobre a reforma do ensino médio em um vídeo sem nenhum sinal de que se trata de uma peça publicitária, de acordo com o jornal Folha de S.Paulo.

No video postado em outubro de 2016, os donos do canal, Lukas Marques e Danielo Molo, explicam com espontaneidade a proposta e os benefícios da reforma, que foi sancionada pelo presidente Michel Temer na última quinta-feira (16). “Com esse vídeo você aí deve estar dando pulo de alegria. Se eu tivesse que fazer o ensino médio e soubesse dessa mudança eu ficaria muito feliz”, disse um deles. A publicação já tem mais de 1,6 milhão de visualizações.

Os apresentadores e proprietários do canal em nenhum momento mencionam que o canal recebeu dinheiro do governo e que o vídeo é patrocinado, pelo contrário. “A gente achou o tema bastante interessante, uma galera [estava] discutindo nas redes sociais, e então falamos: deixa com nós que a gente explica direitinho”, falou um deles no final.

Ainda segundo a Folha, mais dois canais receberam a mesma proposta de vídeo, mas recusaram. Em contato com o jornal, Daniel Molo, um dos responsáveis pelo canal, disse que o vídeo foi uma encomenda da Digital Stars, produtora que representa grandes youtubers no Brasil, incluindo Kéfera Buchmann, Christian Figueiredo e Felipe Castanhari.

“A gente já ia fazer um vídeo sobre o novo ensino médio. Como recebemos a proposta, decidimos aceitar”, diz Molo, que não comentou valores. “Recebemos uma coxinha e um refrigerante em troca”, brincou.

Já o Ministério da Educação (MEC), diz que a agência foi escolhida por licitação e o uso de influenciadores digitais faz parte dos planos de publicidade do governo. Para aumentar a aprovação popular da reforma no ensino médio, que foi sancionada na quinta-feira, o governo de Michel Temer gastou R$ 13 milhões em publicidade de outubro a janeiro, incluindo campanhas na TV, rádios e internet.

Até a quinta-feira (16), propagandas oficiais na TV, rádio e internet divulgaram a reforma do ensino médio.

Confira o vídeo abaixo:

Comentar

%d blogueiros gostam disto: