Salvador
23°
nuvens dispersas
humidity: 73%
wind: 4m/s SE
H 25 • L 23
Weather from OpenWeatherMap

Alice Portugal chama de “crueldade” a reforma da Previdência

Líder da bancada do PCdoB na Câmara, a deputada baiana Alice Portugal lamentou as declarações do relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Maia (PPS-BA), que chamou de mentirosas as pessoas que tem, segundo ele, propagado informações inverídicas sobre a Proposta de Emenda Constitucional nº 287/2016, que trata das mudanças no sistema previdenciário.

As declarações de Maia foram feitas nesta quarta-feira (16), em entrevista para a Rádio Sociedade. Também para a Rádio Sociedade, nesta quinta-feira (17), Alice rebateu o relator. De acordo com a comunista, não é possível colocar em um mesmo contexto os trabalhadores urbanos e rurais, além de homens e mulheres, opinião que para ela não pode ser configurada como mentirosa.

Para justificar a afirmação, a parlamentar questionou o fato de uma trabalhadora rural ser obrigada a trabalhar com pá, enxada e foice até os 65 anos e – no mínimo – ter 25 anos de contribuição para conseguir o benefício da aposentadoria. De acordo com a análise da comunista, o trabalhador rural não pode ter o mesmo tratamento de um trabalhador urbano, principalmente levando em consideração as condições e ambiente de trabalho.

Alice também não concorda com a equiparação de idade mínima entre os gêneros. No sistema atual, os homens se aposentam com 65 anos e as mulheres com 60. Com a reforma enviada pelo governo, homens e mulheres deverão se aposentar com 65 anos. “Essa reforma da Previdência é um golpe para o trabalhador brasileiro. Lamento que tenha sido um deputado baiano o relator dessa crueldade”, disse a deputada que acompanha a mesma linha de pensamento do Senador Otto Alencar (PSD-BA), outro parlamentar que afirmou em entrevista para a Rádio Sociedade votar contra a reforma da forma como ela foi enviada.

Ouça a entrevista:

Comentar

%d blogueiros gostam disto: