Salvador
25°
nuvens dispersas
humidity: 69%
wind: 4m/s SSE
H 25 • L 23
Weather from OpenWeatherMap

PF deflagra operação contra venda ilegal de carnes em frigoríficos

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (17) uma operação que investiga o foco de venda ilegal de carnes em sete estados do Brasil. Intitulada “Carne Fraca”, a ação investiga o envolvimento de fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária, Abastecimento em esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos.

De acordo com o Jornal Folha de S.Paulo, empresas conhecidas do setor como BRF Brasil, JBS e Seara estão entre os envolvidos, e devem cumprir, ao todo, 38 mandados de prisão. Entre os presos estão executivos da BRF como Roney Nogueira dos Santos, gerente de relações institucionais e governamentais, e André Baldissera, diretor do BRF para o Centro Oeste.

No total dos mandados, 26 são de prisão preventiva, 11 de prisão temporária e 79 de conduções coercitivas, além de 195 mandados são de busca e apreensão. A Justiça Federal do Paraná também determinou o bloqueio de R$ 1 bilhão das investigadas. Os fiscais pediam propina para empresários em troca de indicações para fiscalização nas empresas, segundo informações da PF.

Operação histórica

Estão sendo mobilizados 1.100 policiais em seis Estados (Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Goiás) e no Distrito Federal. Para a PF, esta é a maior operação realizada na história da entidade.

Em nota, a Polícia Federal afirma que detectou em quase dois anos de investigação que as superintendências regionais do Ministério da Pesca e Agricultura dos Estados do Paraná, Minas Gerais e Goiás atuavam para proteger empresas, prejudicado o interesse público.

O nome “Carne Fraca” da operação faz alusão à conhecida expressão popular em sintonia com a própria qualidade dos alimentos fornecidos ao consumidor por grandes grupos corporativos do ramo alimentício.

Foto: Divulgação|Internet

Comentar

%d blogueiros gostam disto: