Salvador
25°
nuvens dispersas
umidade: 83%
vento: 2m/s SO
máx: 27 • mín: 24
Weather from OpenWeatherMap

Filme Quatro Vidas de um Cachorro estreia hoje (27) em Salvador

O filme conta a história de um cachorro que morre e reencarna várias vezes. Embora encontre novas pessoas e passe por muitas emoções, ele mantém o sonho de reencontrar o seu primeiro dono, que sempre foi seu maior amigo.

No elenco estão Dennis Quaid, Josh Gad (que dá voz aos cachorros em suas quatro vidas) e Peggy Lipton. Para a direção, foi escalado o irregular Lasse Hallstöm, sueco que despontou para o mundo, em 1985, com o cultuado Minha Vida de Cachorro que, apesar do título, não tinha esse adorável animal doméstico como protagonista.

O filme abriu as portas de Hollywood para o diretor, que, em território americano, oscilou entre romances açucarados, como Chocolate (2000) e dramas que às vezes flertavam com a pieguice, como Um Lugar Para Recomeçar (2005). Em 2009, Hallström dirigiu Richard Gere em Sempre ao Seu Lado, baseado em uma história real e que mostrava a amizade entre o animal e seu dono, que o havia adotado na rua. O filme, que emocionou muita gente, provavelmente é a razão de o sueco ter sido escalado para Quatro Vidas de um Cachorro.

Horários: UCI Orient Shopping da Bahia 12 (dub) 13h10 | 15h20 | 17h30 | 19h40 | 21h50 UCI Orient Shopping Barra 5 (dub) 14h50 | 17h Cinemark Salvador Shopping 7 (dub) 13h50 | 16h15 | 19h | 21h30 (leg) Cinépolis Bela Vista 9 (dub) 14h20 | 16h50 | 19h10 | 21h30 (leg) Cinépolis Salvador Norte 5 (dub) 17h | 19h45 | 22h15

 

Polêmica do Vídeo
Semana passada houve uma polêmica na internet, quando um vídeo mostrava um pastor alemão usado no filme muito assustado antes de entrar na água. Na cena seguinte, o cão nadava, enquanto gravava uma das cenas do filme, em que resgatava alguém. Quando caiu nas redes sociais, os internautas logo se mobilizaram em defesa do bichinho e as manifestações foram tão intensas que a pré-estreia nos Estados Unidos precisou ser cancelada.

Logo, W. Bruce Cameron, autor do livro que deu origem ao filme e é roteirista do longa, tratou de negar os maus-tratos: “O cachorro não ficou desesperado e não foi jogado na água. Pude ver a gravação completa e Hércules estava executando as acrobacias tranquilamente na piscina horas antes”, diz Bruce.

O escritor, no entanto, apontou outro erro da equipe: “Quando tentaram gravar com ele do outro lado da piscina, que não era o mesmo lugar onde ele ficou ensaiando o dia todo, ele hesitou. O erro foi tentar fazer com que ele tocasse na água para perceber que não havia problema”. A Peta, associação internacional que age contra os maus- tratos a animais, propôs boicote ao filme. A ONG brasileira Ampara Animal anunciou adesão ao bloqueio.

Comentar

%d blogueiros gostam disto: