Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias em destaque

Em decisão, UFBA decide refazer bancas de mestrado que Cátia Raulino participou

Após acusações contra Cátia Raulino, a Universidade Federal da Bahia (UFBA) decidiu refazer ao menos duas bancas em que a suposta jurista participou. Ela é alvo de inquérito que apura acusações de plágios, feitas por duas alunas, e falsificação de títulos.

As atividades serão refeitas por suplentes da própria instituição. Não foi esclarecido pela UFBA quantas bancas ela participou e informou que não emitirá nota sobre o assunto.

A Universidade Salvador (Unifacs), vinculada ao grupo Laureate, uma das intuições de ensino envolvidos, confirmou manter seu posicionamento, não comentando dados de profissionais que não fazem parte do quadro de colaboradores da instituição.

O Centro Universitário Ruy Barbosa, do grupo Wyden, instituição onde Cátia foi professora contratada e ocupou o cargo de coordenadora do curso de Direito, não se posicionou frente aos fatos.

Foto: Divulgação

    
 WhatsApp