Digite sua busca

 

 

Notícias em destaque Salvador

Monumento ao Dois de Julho deverá ser tombado pela Prefeitura

O Monumento ao Dois de Julho, situado na praça homônima, no Campo Grande, teve processo de tombamento aberto na última segunda-feira (2), pela Fundação Gregório de Mattos (FGM). Enquanto o processo não for concluído, a escultura permanecerá em regime de tombamento provisório, medida que garante preservação e proteção ao bem.

Com a abertura do processo, um dossiê técnico deve ser preparado em um prazo de até 36 meses. Depois de pronto, o documento é encaminhado ao Conselho Consultivo do Patrimônio para análise e emissão de parecer (nos casos favoráveis). Uma vez tombado, uma série de ações será planejada para que a centenária peça artística seja preservada.

A principal personagem da composição é um caboclo com 4,1 metros de altura munido com arco e flecha e armado com uma lança, matando um dragão – uma metáfora à tirania portuguesa. O indígena representa a identidade, a nacionalidade e a liberdade do povo brasileiro que lutou pela independência. Na base da coluna estão uma escultura de mulher representando a Bahia e outra em referência à Catharina Paraguaçu, a índia tupinambá, mulher de Caramuru, com o lema “Independência ou Morte” no escudo.

Foto: Valter Pontes – SECOM

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X