Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias Notícias em destaque

Salvador é a quinta capital mais violenta do país, aponta estudo

Salvador é a quinta capital brasileira mais violenta do país, com uma taxa de homicídios de 63,5 a cada 100 mil habitantes em 2017.  O dado faz parte do “Atlas da Violência – Retrato dos Estudos Brasileiros 2019”, divulgado nesta segunda-feira (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Quanto a comparação é feita com as outras três maiores capitais brasileiras, a posição no ranking é ligeiramente superior ao registrado nelas: São Paulo (27º), Rio de Janeiro (18°) e Belo Horizonte (23°). A capital baiana teve 1.763 homicídios em 2017 e está atrás de Fortaleza (87,9), Rio Branco (85,3), Belém (74,3), e Natal (73,4).

O levantamento aponta ainda altos índices de ações letais na Região Metropolitana de Salvador e no Sul do estado. Simões Filho voltou a figurar como cidade mais violenta entre as cidades baianas, com taxa de 119,9 mortes para cada 100 mil habitantes. No levantamento de 2018, o município estava em segundo lugar, atrás de Eunápolis, no Sul, que, agora, ocupa a quinta posição na Bahia e a 20ª no Brasil, com 82,8 mortes para cada 100 mil/ habitantes.

Na segunda posição, está Porto Seguro, também no Sul da Bahia, com 101,6 mortes para cada 100 mil/ habitantes, praticamente o mesmo número do ano passado (101,7 mortes). Em seguida, estão duas cidades da Região Metropolitana de Salvador, aparece Lauro de Freitas, com 99 mortes; e Camaçari, com 98,1 mortes.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) informou que “desconhece a metodologia” utilizada pelo estudo e que os números apresentados são diferentes dos que foram registrados pela pasta. O órgão disse ainda que houve redução dos crimes violentos letais intencionais na Bahia desde 2017.

Confira a nota:

A Secretaria da Segurança Pública desconhece a metodologia utilizada pelo Atlas da Violência publicado esta semana, já que os dados apresentados pela pesquisa não condizem com números registrados. Diferente do divulgado, em Salvador, foram contabilizados 1.346 casos de homicídio no ano de 2017, menos 530 casos. Também há discrepância nos números apresentados pela pesquisa sobre os municípios de Simões Filho, Porto Seguro e Lauro de Freitas. Essas e as demais estatísticas criminais estão disponível no site da instituição (www.ssp.ba.gov.br). Ressalta, ainda, que a redução dos crimes violentos letais intencionais na Bahia ocorre desde 2017, com destaque para 2018 com o menor número dos últimos seis anos, e segue em declínio até o primeiro semestre de 2019″.

Foto: Valter Pontes / Agecom

 

 

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X