Digite sua busca

 

 

Notícias em destaque Salvador

Habitação e saúde puxam alta de inflação na Região Metropolitana de Salvador

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medida oficial da inflação, ficou em 0,08% na Região Metropolitana de Salvador (RMS) em outubro. O resultado desacelerou em relação ao índice de setembro, que foi de 0,14%, e ficou abaixo do apurado em outubro de 2018 (0,46%). Este também foi a menor inflação para um mês de outubro na RMS desde 2014, quando foi de 0,05%.

A inflação na região ficou ainda abaixo da média nacional (0,10%). Neste mês, o índice foi maior no município de Campo Grande/MS (0,31%), na Grande Vitória/ES (0,29%) e na Região Metropolitana do Rio de Janeiro/RJ (0,27%).

Por aqui, em outubro, cinco dos nove grupos de produtos e serviços que compõem o IPCA tiveram altas. O maior aumento ficou com os artigos de residência (1,13%), mas, por terem mais peso nas despesas das famílias, os grupos habitação (0,39%) e saúde e cuidados pessoais (0,49%) foram as maiores pressões inflacionárias do mês. Ambos apresentaram a segunda alta consecutiva e já haviam sido as principais influências no IPCA de setembro.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X