Digite sua busca

 

 

Mundo Notícias em destaque

Presidente da Ucrânia pede que Irã leve os responsáveis pela queda de avião à justiça

Foto: AKBAR TAVAKOLI / AFP

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, afirmou na noite da última sexta-feira (10), através das suas redes sociais, que uma investigação interna das Forças Armadas do país concluiu que o avião ucraniano que transportava 176 pessoas, foi derrubado devido aos mísseis disparados por “erro humano”. Segundo o líder, as investigações continuam com o intuito de identificar e processar o responsável por essa “grande tragédia”.

Em seguida, declarou que “lamenta profundamente esse erro desastroso”.

“Os meus pensamentos e orações vão para todas as famílias de luto. Ofereço as minhas mais sinceras condolências”, acrescentou.

O ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano, Javad Zarif declarou que foi um “Dia triste”.

“O nosso profundo arrependimento, desculpas e condolências ao nosso povo, às famílias das vítimas e às outras nações afetadas” pelo drama, disse o ministro.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, se manifestou na manhã deste sábado (11) afirmando que “esta manhã trouxe a verdade”.

“Esperamos que o Irã leve os responsáveis à justiça, devolva os corpos, pague uma indenização e faça um pedido oficial de desculpas. A investigação deve estar completa, aberta e continuar sem atrasos ou obstáculos.” declarou.

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X