Digite sua busca

 

 

Brasil Notícias em destaque

12,4 milhões de brasileiros vão precisar se recadastrar para receber auxílio emergencial

Segundo o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, cerca de 12,4 milhões de brasileiros devem refazer cadastro do auxílio emergencial de R$ 600,00.

De acordo com ele, esses inscritos tiveram o cadastro classificado como inconclusivo, porque as informações não puderam ser analisadas. Fatores como digitação do CPF errado, ou endereços e informações de dependentes incorretos podem resultar nestes cadastros inconclusivos. Quem analisa essas informações e processa os pedidos é a estatal de tecnologia, Dataprev.

Quem teve o benefício rejeitado e recebeu a classificação de inelegível não pode retificar os dados.

De acordo com balanço da Caixa, dos 97 milhões de pedidos de auxílio emergencial, 50,1 milhões foram aprovados, 26,1 milhões foram considerados inelegíveis e 12,4 milhões receberam a classificação de inconclusivos. 5,2 milhões de cadastros ainda estão em análise.

Pedro Guimarães afirmou que vai divulgar o calendário do pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial nesta semana.

Ele também reafirmou que dos beneficiários do Bolsa Família vão receber o auxílio em dias diferentes dos inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) e os trabalhadores informais que se cadastraram no site e no aplicativo. Isso, para evitar aglomerações.

O recadastro deve ser feito pelo aplicativo da caixa ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X