Digite sua busca

 

 

Notícias em destaque Polícia

Sara Winter, ativista do movimento 300 do Brasil, é presa pela PF em Brasília

A ativista Sara Winter, líder do movimento “300 do Brasil” foi presa nesta segunda-feira (15) pela Polícia Federal. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o mandato foi autorizado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

A ativista teve o seu celular e notebook apreendido no inquérito das fake news. Logo após, afirmou ter vontade de “trocar socos” com o ministro, relator do inquérito. Sara também prometeu infernizar e persegui-lo. Após as declarações, o prefeito de Salvador e presidente do DEM, ACM Neto, anunciou a sua expulsão do partido.

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X