Digite sua busca

 

 

Bahia Cidades Economia Notícias em destaque Salvador

Pagamento de auxílio emergencial pode ser prorrogado até dezembro em Salvador

O auxílio de R$ 270 pago pela Prefeitura à população de baixa renda no período da pandemia, que faz parte do programa Salvador por Todos, pode ser estendido até dezembro deste ano, caso seja aprovado pela Câmara Municipal. O benefício se encerraria em setembro e a prorrogação dependerá agora da aprovação dos vereadores da capital baiana.

Pessoas em situação de rua que recebiam refeições em locais espalhados pela cidade também terão direito ao auxílio. Segundo o prefeito ACM Neto, as bases de distribuição montadas para a distribuição serão desativadas, e os beneficiados receberão o auxílio.

“Será uma transição. A Prefeitura desativa as bases de distribuição de refeições que montamos para ajudar quem mais precisa durante a pandemia e essas pessoas passam a receber os R$270”, declarou.

Caso o projeto seja aprovado pela Câmara, as pessoas em situação de rua que recebiam essas refeições receberão o auxílio junto a categorias de trabalhadores autônomos – baianas de acarajé, ambulantes, feirantes, camelôs, barraqueiros, baleiros, guardadores de carro, recicladores, taxistas, motoristas de aplicativos e mototaxistas – que já recebem o benefício.

Doação de cestas básicas

ACM Neto também anunciou que os mototaxistas que recebem cestas básicas terão o benefício prorrogado até dezembro. O auxílio é concedido aos trabalhadores entre 18 e 60 anos e que tenham sido cadastrados na Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) até o dia 7 de abril.

Segundo a Prefeitura, o investimento nessa ação será de R$ 2,4 milhões até dezembro. Desde o início da pandemia, um milhão de cestas básicas já foram doadas e R$ 31 milhões foram pagos pelo programa Salvador por Todos.

    
 WhatsApp