Salvador
25°
nuvens dispersas
humidity: 73%
wind: 7m/s ESE
H 26 • L 25
Weather from OpenWeatherMap

Em 38 dias Salvador chega a 51 mil multas por excesso de velocidade

Foto: Secom

Na capital baiana, as infrações por excesso de velocidade foram a causa de 51.225 multas registras em um período de 38 dias, segundo dados da Transalvador, avaliados entre 1° de novembro a 8 de dezembro.

Ainda conforme o órgão, desde o início de novembro, quando as multas ficaram entre 50% e 60% mais caras, as infrações aumentaram. Conforme o órgão de trânsito, nesse mesmo período, foram registradas 82 mil multas relacionadas a todas as infrações.

Outra infração que teve aumento de multas foi o avanço do sinal vermelho, com um acréscimo de quase 1.600 notificações comparado ao mesmo período do ano passado. A média em quase 40 dias por esse tipo de infração é superior a 150 multas por dia.

De acordo com a Transalvador, muitas infrações acontecem em vias marginais de avenidas como a Luís Viana, conhecida como Paralela, uma das maiores da cidade. Na avenida, a velocidade máxima permitida é de 80km/h, mas nas vias marginais a velocidade cai para 60 km/h. Com isso, em pouco mais de um mês, mais de 6.500 motoristas foram flagrados acima da velocidade em dois trechos das vias marginais da região.

 

Confira os valores das multas:

Infração leve
– De R$ 53,20 para R$ 88,38 (aumento de 66%)
Exemplos: parar sobre a faixa de pedestres ou calçada, usar a buzina em local ou horário proibidos pela sinalização.

Infração média
– De R$ 85,13 para R$ 130,16 (aumento de 52%)
Exemplos: transitar em horário ou local proibidos (o “rodízio” em São Paulo, por exemplo), dirigir com o braço para fora, farol ou lanterna queimados.

Infração grave
– De R$ 127,69 para R$ 195,23 (aumento de 52%)
Exemplos: estacionar sobre faixa de pedestres ou ciclovia, não dar seta, conduzir o veículo em mau estado de conservação (pneu careca, por exemplo).

Infração gravíssima
– De R$ 191,54 para R$ 293,47 (aumento de 53%)
Exemplos: falar ou manusear celular ao volante, estacionar em vagas reservadas para deficientes e idosos, dirigir sem carteira de habilitação, disputar racha, forçar a ultrapassagem em estradas e recusar fazer o teste do bafômetro.

Comentar

%d blogueiros gostam disto: