Digite sua busca

 

 

Economia Notícias em destaque

61 milhões de brasileiros terminaram 2019 inadimplentes; Nordeste tem maior queda

61 milhões de brasileiros terminaram 2019 inadimplentes e com o CPF restrito para contratar crédito, de acordo com dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), obtidos pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. A marca representa uma queda de 0,2% na comparação anual.

O levantamento mostra que o número de dívidas teve recuo maior: de 3,3% em relação a 2018. Caíram também os débitos com o setor de comunicação (-16,4%), que abarca telefonia, internet e TV por assinatura, e as dívidas bancárias (-1,9%), como cheque especial, cartão de crédito e empréstimos. Por outro lado, no entanto, subiram dívidas contraídas no comércio, via crediário (+0,9%) e os débitos básicos com água e lux (+2,1%).

De acordo com a CNDL, a queda foi estimulada por uma melhora gradual na conjuntura econômica e por ações pontuais, como a liberação de recursos do FGTS e mutirões de negociação de dívidas. A expectativa é de que o número de inadimplentes continue em queda, mas de maneira lenta.

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X