Digite sua busca

 

 

Notícias em destaque Salvador

Prefeitura espera movimentar cerca de R$ 500 milhões anuais com o novo Centro de Convenções

Foto: Igor Santos – Secom

A prefeitura de Salvador espera movimentar com o novo Centro de Convenções, localizado na orla da Boca do Rio, a cifra de R$ 500 milhões anuais em mais de 50 setores da economia ligados ao turismo. O equipamento construído pelo município será administrado por 25 anos, pela empresa francesa GL Events. Cerca de 100 novos empregos devem ser criados, podendo alcançar dois mil temporários, a depender do evento.

O Mercado financeiro turístico de Salvador espera que novos negócios e empregos surjam na capital.

“Não temos dúvidas de que os resultados na economia da cidade serão os melhores possíveis. Todos estão otimistas, desde os donos de hotéis, bares e restaurantes até o taxista, o comerciante informal. A instalação do Centro de Convenções na cidade traz toda uma atenção ao setor de negócios e movimenta muito além do próprio entorno”, afirmou o titular da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), Claudio Tinoco.

“Além disso, já temos mais de 30 eventos sendo prospectados para o novo Centro de Convenções nos primeiros anos. Em breve, Salvador poderá retomar o patamar que já alcançou no turismo de negócios e eventos, quando chegou a ocupar a terceira posição no país neste segmento”, acrescentou o secretário.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-BA), 25 hotéis fecharam nos últimos cinco anos na capital, com a inauguração do novo Centro de Convenções, o presidente da ABIH, Luciano Lopes, a taxa de ocupação deve crescer a até 22% nos dois anos seguintes.

“O novo Centro de Convenções é um equipamento muito importante porque restabelece o turismo de negócios para Salvador, que é um segmento importante e vinha reduzindo a cada ano. Para uma cidade é fundamental, sobretudo para uma cidade de sol e praia como Salvador, que acaba tendo uma sazonalidade muito grande no turismo. Portanto, o segmento de negócios vem justamente para ampliar a taxa de ocupação e melhorar a média e baixa estação”, afirmou Luciano Lopes, informando que a capital conta atualmente com 410 hotéis e 40 mil leitos.

Foram investidos R$130 milhões na construção do novo equipamento, que possui mais de 34 mil m² de área construída em um terreno de pouco mais de 103 mil m², com capacidade para até 14 mil pessoas simultaneamente em congressos e convenções e até 20 mil pessoas em shows na área externa. Além disso, mais de R$25 milhões serão investidos pela empresa concessionária, entre pagamento de outorga, equipamentos e instalações.

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X