Digite sua busca

 

 

Notícias em destaque Rádio Sociedade Salvador

“Greve pode acontecer na próxima terça-feira (26)”, diz vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários

Em entrevista à Rádio Sociedade na manhã desta quarta-feira (20), o vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários, Fábio Primo, detalhou a assembleia virtual, realizada na última quinta-feira (19), que deflagrou a greve geral da categoria. Apesar da decisão, a paralisação não tem início imediato.

De acordo com Primo, caso a greve aconteça, os rodoviários não promoverão aglomeração e a recomendação do sindicato é que todos fiquem em casa. “Precisamos que a empresa respeite a categoria, que a gente não perca mais rodoviários pelo covid. Que nos dê os EPIs (Equipamento de proteção individual), coloque uma barreia de proteção acrílica, como fizeram os supermercados e as farmácias, que afastaram os profissionais dos clientes”, declarou Fábio Primo.

Até o momento, quatro rodoviários já vieram à óbito devido ao novo coronavírus. Segundo Primo, a prioridade é a busca por barreiras de proteção para o motorista e cobrador, teste rápido e aferição de temperatura nas garagens e terminais. “É importante que a população e a opinião pública entendam que os rodoviários não estão buscando a greve como todos os anos, apenas pelo reajuste salarial e melhoria da qualidade de vida”, disse.

Nesta quarta, a categoria realizará uma reunião com a Semob (Secretaria Municipal de Mobilidade) e com o patronal. Fábio revelou que ainda hoje, a categoria publicará um edital e poderá deflagrar greve na terça-feira (26). “Aconteceu ontem uma assembleia e infelizmente a greve pode acontecer na próxima semana, na terça-feira”, declarou. “Deve acontecer, não estou dando 100% de certeza, porque o que a gente busca é uma saída, a gente entende que o momento é muito difícil, uma pandemia, mas precisamos de segurança para trabalhar”, finalizou.

Foto: Reprodução

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X