Digite sua busca

 

 

Notícias Pandemia SAÚDE

Pesquisa afirma que saliva é mais eficaz para detectar variante Ômicron

Pesquisa na África do Sul estudaram a eficácia dos testes RT-PCR para as variantes Delta e Ômicron, a partir de exames feitos através do nariz e da garganta. Os resultados indicaram que a nova cepa pode ser indicado mais facilmente em amostras retiradas da faringe. Para identificar a cepas, os cientistas analisaram os cotonetes que continham a saliva e a mucosa da concha média nasal.

Os testes de saliva obtiveram 100% de eficácia em casos positivos da variante Ômicron. O resultado para as amostras da mucosa nasal foi de 86%. Já na identificação da variante Delta, a efetividade dos testes que usaram saliva foram de 71%. As amostras do nariz tiveram 100% de sucesso.

Foto: Isabela Carrari/Prefeitura de Santos

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143