Digite sua busca

 

 

Bahia Bahia Cidades Destaque Notícias Notícias em destaque Salvador

Salvador está em estado de alerta para surto de sarampo

Por conta do estado de ‘surto ativo’ para sarampo, a capital baiana segue intensificando a vacinação contra a doença nas 129 salas de imunização da rede municipal de segunda a sexta-feira, sempre das 8 às 17 horas.

Este ano, um caso de sarampo considerado importado foi confirmado no município, uma menina de 12 anos que mora na cidade mas contraiu o vírus em uma viagem para a Espanha. Atualmente, outras 62 ocorrências da patologia estão sob investigação em Salvador.

De acordo com a subcoordenadora de Doenças Imunopreveníveis de Salvador, Doiane Lemos: “É importante que todos os indivíduos que compõem o público alvo e ainda não foram imunizados procurem o quanto antes as unidades de saúde para atualizar a situação vacinal. Como o sarampo é uma doença em eliminação no país, a ocorrência de um único caso, seja importado ou não, já é suficiente para colocar a cidade nesse status de surto ativo, que significa locais onde a vacinação precisa ser intensificada de forma seletiva”.

Para a população entre 12 meses e 29 anos, a orientação é a administração de duas doses da vacina. Para quem tem de 30 a 49 apenas uma dose é necessária. No caso das crianças de 06 a 11 meses, incluídas recentemente pelo Ministério da Saúde no público alvo, a dose de vacinação é extra, o que significa que ao completar um ano, o pequeno deve procurar uma unidade de saúde e seguir as orientações para tomar normalmente as duas doses do ciclo normal de vacinas.

Desde o início da intensificação contra o sarampo em Salvador, em 10 de agosto, cerca de 220 mil pessoas buscaram os postos da capital para atualizar a caderneta de vacinação. Desse total, pouco mais de 122 mil indivíduos necessitaram de uma dose do imunobiológico.

 

Salvador está em alerta para surto de sarampo 

    
 WhatsApp