Digite sua busca

 

 

Destaque Notícias em destaque

Salvador tem redução na infestação de Aedes aegypti

O último Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa) realizado pela Secretária Municipal de Saúde (SMS) revelou que Salvador registrou uma redução no percentual de infestação das arboviroses (dengue, zika vírus e chikungunya).

O estudo apontou ainda, que o Índice de Infestação Predial (IIP) no município teve uma redução em relação ao levantamento anterior realizado em julho desse ano, onde de 2,7% para 2,2%. Ou seja, a cada 100 imóveis visitados, aproximadamente dois apresentaram focos do mosquito.

Salvador reduziu também o número de bairros com alto risco endêmico, passando de 14 para 9 localidades com indicador acima de 4%.

Isolina Miguez, subcoordenadora de Controle das Arboviroes destaca como o papel da população é importante para evitar os focos do mosquito “Por isso, é importante que a população não descuide, mesmo diante das reduções continue fazendo o seu papel e nos ajude nesse trabalho ininterrupto limpando seus respectivos quintais, ficando atentos aos vasos de plantas e mudando hábitos como deixar de jogar lixo nas ruas. Se todos fizerem a sua parte, podemos reduzir ainda mais os índices de infestação” pontuou Isolina Miguez, subcoordenadora de Controle das Arboviroes.

Fazenda Coutos foi a localidade que apresentou o maior índice de infestação (8,4%), seguido do Bairro da Paz (5,7%), além de Mirante de Periperi e Nova Constituinte (5,3%). Já a localidade da Fazenda Grande II apresentou o menor indicador da cidade com 0,2%.

Tags:
    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X