Digite sua busca

 

 

Notícias em destaque Política

Deputada do PSL protocola pedido de impeachment contra Bolsonaro

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agencia Brasil

A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) anunciou nesta sexta-feira (24) que protocolou um pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Bolsonaro foi eleito pelo PSL, mesmo partido de Joice, ex-líder do governo no Congresso.

De acordo com a deputada, o pedido é assinado pelo advogado Gustavo Bonini e cita a possível interferência do presidente na Polícia Federal. Na manhã desta sexta-feira, o governo anunciou através do diário oficial o desligamento “a pedido” do então diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo.

“Jair Bolsonaro, ao pedir acesso a informações sigilosas que o seu cargo não possui prerrogativa de acesso, viola o item 5 do citado art. 7º da Lei dos Crimes de Responsabilidade, pois está a ‘servir-se das autoridades sob sua subordinação imediata para praticar abuso do poder'”, escreveu Joice na denúncia.

A deputada também acusou Bolsonaro de “falsidade ideológica” por constar no diário oficial a assinatura do ex-ministro. Em entrevista coletiva, Sérgio Moro afirmou que soube da “demissão” do então diretor pelo documento.

O presidente se defendeu da acusação de interferir na Polícia Federal citando a lei n° 13.047 de 2014. De acordo com o presidente não é preciso pedir permissão para trocar qualquer diretor abaixo da pirâmide hierárquica.

“Falava-se em interferência minha na Polícia Federal. Ora bolas, se eu posso trocar o ministro, por que eu não posso, de acordo com a lei, trocar o diretor da Polícia Federal? Eu não tenho que pedir autorização para ninguém para trocar o diretor ou qualquer um outro que esteja na pirâmide hierárquica do Poder Executivo”, declarou Bolsonaro.

    
 WhatsApp