Digite sua busca

 

 

Brasil Economia Notícias em destaque

620 mil pessoas receberam o auxílio emergencial indevidamente, diz TCU

Foto: Reprodução

Cerca de 620 mil pessoas receberam auxílio emergencial sem estar dentro dos critérios, é o que indica o relatório do Tribunal de Contas da União (TCU). O benefício é destinado a quem perdeu renda durante a pandemia causada pelo novo coronavírus, o valor para os beneficiários pode variar entre R$ 600 e R$ 1.200. Caso os pagamentos indevidos persistam, o prejuízo para as contas públicas pode ser de mais de R$ 1 bilhão.

O relatório do TCU detalhou, em 32 páginas, todos as irregularidades no pagamento do auxílio em abril. De acordo com o relatório, R$ 35,8 bilhões foram pagos para 50.228.253 milhões de beneficiários. Além disso, 235.572 empresários, que não são microempreendedores individuais e 15.850 pessoas com renda acima do limite estabelecido receberam indevidamente o benefício.

Outros dados do relatório chamam atenção, a exemplo dos 17.084 mortos que sacaram o auxílio. Até o momento, 47,7 mil pessoas receberam o benefício e devolveram o dinheiro, por não se enquadrar nos requisitos. 600 mil pessoas já tiveram entre o pagamento suspenso por irregularidades.

    
 WhatsApp