Digite sua busca

 

 

Bahia Entretenimento Notícias Notícias em destaque Pandemia SAÚDE

Abrape afirma que cancelar eventos controlados é uma decisão precipitada

A Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape) divulgou, no fim da noite da última segunda (10), uma carta aberta falando sobre o “cancelamento prematuro dos eventos” devido ao aumento nos casos de Covid-19. De acordo com a Abrape, cancelar eventos controlados neste momento é uma decisão “preconceituosa”.

No pronunciamento, a associação pontuou que a retomada dos eventos é um processo que está em andamento em todo o país “respeitando os índices epidemiológicos de cada região”. “Nos últimos meses, milhares de empreendimentos controlados foram realizados de forma segura, seguindo protocolos sanitários. Não nos faltam bons exemplos: F1, Rodeio de Jaguariúna, Carnatal, partidas de futebol. Até dezembro todos os eventos realizados não tiveram impacto no número de casos de Covid 19 em suas regiões”, diz a carta.

Diante disso, a Abrape afirma que é “precipitado, preconceituoso e prematuro o cancelamento de eventos controlados que obedecem aos cuidados necessários e exigidos”.

Leia a carta na íntegra:

Rui Costa reduz para 3 mil pessoas o número máximo de público em eventos

O governador Rui Costa (PT) decidiu, após reunião realizada no fim da manhã de segunda-feira, reduzir para até 3 mil o número máximo de pessoas em eventos em todo o território baiano, incluindo estádios de futebol. O novo decreto foi publicado na edição desta terça-feira (11) do Diário Oficial do Estado (DOE) e substitui o antigo, que permitia até 5 mil pessoas em eventos e teria validade até o dia 14 de janeiro.

De acordo com o governador, dois parâmetros foram determinantes para a decisão. “Estamos lidando com uma situação de pré-colapso nas emergências municipais, UPAs, postos de saúde e nas emergências dos hospitais estaduais, assim como uma verdadeira explosão do número de casos ativos. Estamos lidando com essa pandemia desde março de 2020 e, com a experiência desse tempo, ficou comprovado que toda vez que se restringe o contato, restringimos o contágio. Esperamos que essa medida sirva de alerta também para quem organiza eventos, que passem a exigir o atestado de vacinação com maior rigor”, afirmou.

Foto: Divulgação

Tags: