Digite sua busca

 

 

Debate Sociedade Eleições Entrevistas Notícias Podcast

Aliado de Rui Costa, João Bacelar critica o projeto da ponte Salvador-Itaparica

No segundo bloco da sabatina realizada pela Rádio Sociedade, o candidato ao executivo municipal, João Carlos Bacelar (Podemos) teceu críticas incisivas à implantação do projeto da ponte que interligará Salvador à Ilha de Itaparica.

Na ocasião, o postulante questionou a ineficiência do sistema ferry-boat na Bahia e declarou que o investimento para a implantação da ponte é muito alto.

“Acho que o investimento com a ponte Salvador-Itaparica não é prioritário. Eu tenho problemas muito mais graves em Salvador para serem enfrentados e mais urgentes (…) na minha opinião, o ferry funciona. Por que o ferry-boat funciona na Inglaterra, na França, na Noruega e só não funciona na Bahia? Eu não defendo; é uma questão de opinião”, disse.

“Eu não gostaria de ver uma obra de concreto no meio da Baía de Todos os Santos (…) eu vou ficar pensando que eu estou na Bonocô ou na Avenida Juracy Magalhães Júnior, porque o prefeito ACM Neto transformou a avenida mais bonita da cidade em uma Bonocô feia. Prefeito, que mal gosto”, criticou.

Durante a sabatina, o tema transporte público voltou a ser pauta entre os entrevistados, e ao ser provocado sobre a sua proposta de governo, o candidato informou ter sido autorizado pelo governador do estado a anunciar o projeto e disse: “O que eu trago aqui de novidade é a duplicação da Avenida Suburbana (…) um modal do VLT mais barato, mais eficiente e que não polui e vamos fazer a ligação do VLT Calçada/Águas Claras”.

Segundo João Bacelar, com o VLT de Águas Claras toda a rede metroviária e VLT da capital será integrada, restando apenas, a integração por ônibus e informou ainda, que o seu projeto de governo inclui a construção de uma Estação de Transbordo no Largo do Tanque.

Sobre o futuro da educação básica do município e a aprovação da PEC que torna o repasse da FUNDEB permanente, Bacelar respondeu: “Eu consegui construir um consenso para aprovar a PEC contra a vontade de Bolsonaro e contra os ministros da educação, infelizmente, inimigos da educação (…) Só a aprovação do FUNDEB justificaria o meu mandato como deputado federal. Eu consegui construir o fato mais importante da educação brasileira em 2020”.

Ainda de acordo com o candidato, o repasse do FUNDEB é suficiente para implantação do projeto (cerca de 180 milhões anuais) e que a Prefeitura possui recursos próprios.

O postulante finalizou dizendo: “Eu vou realizar meu sonho (…) escola em tempo integral, vou resgatar a Escola Parque; escola que pela manhã você vai para a escola classe e a tarde escola parque [ambiente que será ofertado, futebol, escola, música, cultura, arte e profissionalização]”.

Confira na íntegra o segundo bloco da sabatina com o candidato à prefeitura de Salvador, João Carlos Bacelar:

LEIA MAIS: “Eu sou favorável à liberação da maconha”, diz Bacelar

Texto: Camila Falcão e Elias Pereira
Foto: Luan Julião / Sociedade Oline

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X