Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias em destaque Polícia Salvador Serviço

Após assalto CAPS de São Caetano suspende as atividades

Após sofrer mais um assalto a mão armada, a equipe técnica assistencial do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), de São Caetano, suspendeu as atividades assistenciais.

De acordo com o Manifesto, enviado à imprensa, o atendimento não será retomado desde que “sejam tomadas as providências pelas autoridades competentes no sentido de prover a segurança dos trabalhadores da saúde, dos usuários de saúde mental, seus familiares e toda a comunidade que busca os serviços do CAPS.”

Ainda segundo o Manifesto, desde 2014, já aconteceram três assaltos com arma de fogo na unidade, que fica localizada na Rua Professor Góes Calmon, além de dois arrombamentos com furto.

“Somam-se a isso inúmeros relatos de assaltos sofridos no entorno do CAPS pelos profissionais, usuários e familiares. A comunidade do CAPS II São Caetano urge pela presença de agentes de segurança durante todo o seu funcionamento, no período compreendido de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h, de modo a contribuir para a garantia da integridade física, material e emocional de todos”, pedem os profissionais.

Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) lamenta os episódios de violência e reforça o pedido à Polícia Militar para que sejam realizadas rondas na localidade.

Procurada pela equipe de reportagem da Rádio Sociedade da Bahia, a Polícia Militar informou que atua preventivamente no patrulhamento em vias públicas ou através de acionamento e que o policiamento na região é realizado pela 9ª CIPM com o apoio de equipes da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT) Rondesp BTS. Ressaltou ainda que é imprescindível que qualquer situação que fuja à normalidade seja informada através do 190 ou 181 (disque-denúncia) para que a PM encaminhe guarnições ao local.

Nota da Secretaria Municipal da Saúde (SMS)

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) lamenta os episódios de violência que tomam conta da cidade atingindo, inclusive, os serviços de saúde. No último dia 05 de maio pacientes e funcionários foram mais vítimas da insegurança pública. A SMS reforça o pedido à Polícia Militar para que se intensifique as rondas na localidade, para que seja garantida a segurança dos serviços oferecidos à população.

Nota da Polícia Militar (PM)

A Polícia Militar atua preventivamente no patrulhamento em vias públicas ou através de acionamento. Na região, o policiamento é realizado pela 9ª CIPM, mediante o emprego de viaturas que realizam rondas diuturnamente, com o apoio de equipes da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT) Rondesp BTS.

A corporação ressalta que é imprescindível que qualquer situação que fuja à normalidade seja informada pelo 190 ou 181 (disque-denúncia) para que a PM encaminhe guarnições ao local.

Foto: Reprodução / Google Maps

Tags:

Leia também