Digite sua busca

 

 

Bahia Cidades Notícias em destaque Pandemia SAÚDE Serviço

Após redução de casos de Covid-19, medidas estão sendo flexibilizadas em Itabuna

Com a redução dos casos de Covid-19 e as vezes município ficando dias sem casos ativos, as medidas estão sendo flexibilizadas em Itabuna. Uma das medidas adotadas desde o início do ano foi o retorno as aulas presenciais em fevereiro para alegria de pais e alunos.

Mas, o retorno aconteceu apenas para cerca de 7 mil estudantes de 13 escolas da rede. As demais unidades estão funcionando com a distribuição quinzenal de blocos de atividades para os alunos, medida adotada na pandemia.

A decisão deixa mais da metade dos alunos da rede ainda sem aulas, pois segundo a secretaria de educação do município, são mais de 15.500 matriculados presenciais, e gerou indignação dos pais. O não retorno das aulas em 100% das escolas tem gerado insatisfação e protesto de pais de alunos.

Entre as escolas que ainda não voltaram às aulas presenciais por conta de uma reforma é o Instituto Municipal de Educação Aziz Marom (Imeam), uma das maiores da cidade, com 1400 alunos. Recentemente, a mãe de um aluno fez um protesto exibindo cartazes na porta de uma igreja

Segundo a secretaria de educação a expectativa é que, até junho, 100% das escolas retornem às aulas no formato presencial.

Com informações de Silmara Sousa, correspondente da Rádio Sociedade em Itabuna.

Foto: Paula Fróes / GOVBA

Tags:

Leia também