Digite sua busca

 

 

Bahia Cidades Educação Notícias em destaque Salvador

Aulas presenciais da rede estadual são retomadas e estudantes avaliam: “Não faz muito sentido”

As escolas da rede estadual de ensino retomam as aulas 100% presenciais, nesta segunda-feira (18). As unidades escolares de ensino médio estavam operando no modelo híbrido, com metade das aulas presenciais e a outra metade virtual, desde o dia 26 de julho. Já os estudantes do ensino fundamental começaram no dia 9 de agosto.

A suspensão do modelo tradicional de ensino aconteceu no dia 18 de março de 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus.

Para Cristian Gama, aluno do 1º ano do Ensino Médio, o retorno 100% presencial no final do ano letivo não faz muito sentido. “Faria mais sentido se começasse no outro ano com todo mundo vacinado. Só que já começou e a gente não tem muito o que fazer”.

“É um momento que a gente tem que ter cuidado, porque como a gente sabe que voltou 100% presencial, a gente sabe que a taxa de contágio vai ser bem maior. Então a gente tem que ter total cuidado“, contou Evson Santos.

De acordo com Manuel Calazans, superintendente de planejamento da Secretaria da Educação do Estado, existe uma expectativa muito grande para o retorno 100% presencial das atividades escolares.

“Nós cumprimos um protocolo que tinha três fases. A primeira fase era totalmente remota por conta da pandemia. Depois nós avançamos para uma fase híbrida, 50% dos estudantes ia em um dia, no outro dia mais 50% e agora nós chegamos, finalmente, em 100% de presencialidade. Isso por conta dos índices epidemiológicos. Nós temos uma taxa bem menor e por causa disso, nós temos a segurança deste retorno”, destacou Calazans.

Ainda segundo Manuel, para garantir a retomada segura dos estudantes e colaboradores, todas as unidades escolares do estado receberam recursos para aquisição de itens de limpeza.

“Nós descentralizamos agora R$ 250 milhões para as unidades escolares. Cada unidade, através do seu caixa escolar recebeu, um recurso para biossegurança […] a palavra de ordem é o distanciamento social, higienização e a gente contar com a esta grande mobilização social em torno da educação para que a própria sociedade tenha este apelo de que mais importante do que todos os outros arranjos econômicos que estão voltando, a educação vai garantir o futuro da nossa geração que passa pela escola hoje”, acrescentou.

A categoria acredita que ainda seja prematuro avaliar uma possível evasão escolar, mas afirma que o processo de aprendizagem dos estudantes ao longo destes quase dois anos de pandemia foi prejudicado.

Foto: Cris Cambuí | Rádio Sociedade

Tags:

Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143