Digite sua busca

 

 

Bahia Cidades Notícias em destaque SAÚDE

Bahia em estado de alerta: aumenta em 334% os casos de Chikungunya

Em tempo de pandemia, um inimigo conhecido tem preocupado os baianos, a Chikungunya. O estado registrou um aumento em torno de 334% de casos e na capital baiana, o crescimento chegou a 256%.

Segundo os dados fornecidos pela Secretaria Estadual de Saúde da Bahia (Sesab), o estado notificou cerca de 7,5 mil casos entre janeiro e agosto de 2019. Em relação ao mesmo período do ano passado, a Bahia já soma 33 mil casos.

Entre os sintomas mais recorrentes da doença causada pelo mosquito Aedes Aegypti, estão: febre, dores nas articulações, pele e olhos avermelhados, dores no corpo, dores de cabeça, náuseas e vômitos, coceira pelo corpo e até mesmo conjuntivite sem secreção. O mosquito também é o transmissor da Zika e Dengue; número de ocorrências da doença tem crescido consideravelmente em toda Bahia.

Como evitar:

  • Manter bem tampados tonéis, caixas e barris de água; Lavar semanalmente com água e sabão tanques utilizados para armazenar água;
  • Manter caixas d’água bem fechadas;
  • Remover galhos e folhas de calhas;
  • Não deixar água acumulada sobre a laje;
  • Encher pratinhos de vasos com areia ate a borda ou lavá-los uma vez por semana;
  • Trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana;
  • Colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas;
  • Fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais;
  • Manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo;
  • Acondicionar pneus em locais cobertos;
  • Fazer sempre manutenção de piscinas;
  • Tampar ralos;
  • Não deixar água acumulada em folhas secas e tampinhas de garrafas;
  • Vasos sanitários externos devem ser tampados e verificados semanalmente;
  • Limpar sempre a bandeja do ar-condicionado;
  • Lonas para cobrir materiais de construção devem estar sempre bem esticadas para não acumular água;
  • Medidas como uso de repelentes, telas em janelas e uso de mosquiteiros também ajudam como métodos de barreira na prevenção destas doenças.

Foto: Divulgação|SESAB

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X