Digite sua busca

 

 

Bahia Brasil Justiça Notícias em destaque Polícia

‘Baralho do Crime’: investigado por tráfico de drogas é preso em São Paulo

Investigado por tráfico de drogas, Pablo Ribeiro de Moura, conhecido como Amarelo, o “10 de espadas” do Baralho do Crime – ferramenta criada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) – foi preso na cidade de São Paulo, na quarta-feira (13).

Ele foi detido por mandado judicial, expedido pela Operação Tarja Preta, da Polícia Federal da Bahia, 36 dias após ser incluído no Baralho do Crime. No momento da prisão, Pablo usava documentos falsos. Outras três pessoas, incluindo uma mulher, também foram presas junto com ele.

Pablo e os comparsas foram encontrados armados, por dois policiais militares, em um estacionamento comercial. Durante a aproximação dos PMs, ele chegou a tentar fugir, mas foi alcançado. Após ser abordado, o investigado confessou ser membro de uma facção criminosa.

A área de ocupação do grupo criminoso ao qual ele faz parte são os bairros da Palestina e Valéria, além da cidade de Simões Filho, que fica na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Esses bairros da capital baiana ficam em um ponto considerado estratégico para o tráfico de drogas, por causa da proximidade com duas rodovias, a BR-324 e a BA-528, conhecida como Estrada do Derba.

Operação Tarja Preta

A Operação Tarja Preta foi criada para combater crimes considerados graves, como homicídios, tráfico de drogas e armas de fogo, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Em março deste ano, 35 pessoas foram presas na ação.

Foto: Divulgação / Polícia Federal

As investigações começaram em maio de 2020, quando a polícia identificou os membros do grupo criminoso e as funções desempenhadas por eles. A Tarja Preta é comandada pela Polícia Federal (PF), com o apoio das Polícias Civil e Militar, do Exército, Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).

Foto de capa: Divulgação / SSP

Tags:

Leia também