Digite sua busca

 

 

Brasil Notícias Notícias em destaque Pandemia Política SAÚDE

Bolsonaro diz que vai mandar PF abrir inquérito contra deputado que denunciou caso da Covaxin

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que mandará a Polícia Federal abrir inquérito contra o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF), responsável, junto com seu irmão, servidor do Ministério da Saúde, de denunciar irregularidades sobre a compra da vacina Covaxin. A declaração foi feita nesta sexta-feira (25).

Questionado sobre o caso, Bolsonaro afirmou que a vacina não foi comprada e que o documento apresentado pelo denunciante estava errado. “Foi comprada a vacina? Teve um documento, pelo que fiquei sabendo, que estava errado, faltava um zero lá e foi corrigido no dia seguinte”, disse.

“Vocês querem imputar em mim um crime de corrupção que não foi gasto um centavo. Estamos há dois anos e meio sem corrupção, a CGU [Controladoria Geral da União] funciona, vamos atrás de resolver o problema antes que ele ocorra”, afirmou o presidente em Sorocaba, no interior de São Paulo, onde participou da inauguração de um centro tecnológico.  Ele ainda afirmou que não houve superfaturamento no contrato de compra dos imunizantes.

A partir das 14h, os irmãos Miranda vão depor na CPI da Pandemia, justamente para falar sobre o caso.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143