Digite sua busca

 

 

Brasil Notícias Notícias em destaque Política

Bolsonaro: “Não vai ser com mentiras ou CPI integrada por 7 bandidos que vão nos tirar daqui”

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se pronunciou, nesta quarta-feira (30), em visita a Ponta Porã (MS), sobre as investigações que rondam a CPI da Covid, que apura falhas do governo federal no combate à pandemia da Covid-19.

“Não conseguem nos atingir. Não vai ser com mentiras ou com CPI integrada por 7 bandidos que vão nos tirar daqui”, disse o presidente, aproveitando para elogiar os “amigos do Poder Legislativo”. “Pode ter certeza que temos uma missão pela frente e vamos cumpri-la da melhor maneira possível tendo, além do Poder Executivo obviamente, os nossos amigos do Poder Legislativo, que têm nos dado um grande apoio em todas as propostas que temos apresentado para o bem do nosso Brasil”, afirmou.

Em resposta à crítica de Bolsonaro, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) disse que “Causa espécie o presidente da República insistir nos ataques a essa Comissão Parlamentar de Inquérito e, cinco dias depois de os irmãos Miranda terem prestado depoimento a essa CPI, ele não ter dito nada em relação a isso. O que essa Comissão Parlamentar de Inquérito quer é saber do senhor presidente da República e do governo qual a responsabilidade que tem nessa fraude de R$ 2 bilhões em vacinas. O que essa CPI quer é assegurar vacinas a todos os brasileiros, vacinas essas que foram omitidas pelo presidente da República, e vacina sem superfaturamento e sem esquema”.

Atualmente, a CPI investiga um possível pedido de propina feita durante negociações por 400 milhões doses da vacina AstraZeneca, assim como uma suposta irregularidade assinada pelo Ministério da Saúde para adquirir os imunizantes indianos Covaxin.

O líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), teria sido citado por Bolsonaro em conversa com o deputado Luís Miranda (DEM-DF), que prestou depoimento à CPI junto ao seu irmão, Luis Ricardo Miranda, chefe de importação do Departamento de Logística em Saúde. Os irmãos detalharam o caso da Covaxin e ainda citaram o suposto pedido de propina envolvendo a AstraZeneca.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143