Digite sua busca

 

 

Debate Sociedade Eleições Notícias Notícias em destaque Podcast Política

Bruno Reis afirma que oito anos de gestão não foram suficientes para resolver problemas estruturais de Salvador

No sétimo dia de sabatina, promovida pela Rádio Sociedade da Bahia com os prefeituráveis de Salvador, o entrevistado do dia foi o candidato pelo Partido Democratas (DEM), Bruno Reis, que perguntado sobre os problemas considerados estruturais da capital baiana, deixou claro que os oito anos do Prefeito ACM Neto, de quem ele é o atual vice-prefeito, não foram suficientes para resolver todos os problemas enraizados na cidade.

“Problemas históricos se acumulam ao longo de 470 anos nessa cidade, e em oito anos não conseguiram ser resolvidos e não tinha como. A cidade avançou muito em todas as áreas. Salvador quando comparada com outras capitais, ocupava a última posição [nos rankings]: pior saúde do Brasil, pior educação, capital nacional do desemprego, pior gestão fiscal, sem investimento na área social, déficit habitacional grande, a mobilidade era uma das piores. São inúmeros os problemas”, disse o postulante à gestão municipal.

Bruno concluiu o argumento, fazendo um contraste entre a situação da cidade do início da gestão do atual prefeito, com a condição atual. “A salvador de hoje é muito melhor do que a Salvador de oito anos atrás. Avançamos muito em todas as áreas. Agora podemos ir mais além. Ao longo desses anos se destacou, foi uma das cidades que mais cresceu no Ideb do Brasil. Nós tínhamos apenas 18% na saúde, estamos em 56% e chegaremos a 60%, melhoramos a mobilidade, o tempo de deslocamento na cidade caiu muito. Resolvermos todos os problemas? Não[…] Mas melhoramos e melhoramos muito, e podemos muito mais”, concluiu.

Perguntado se sua candidatura está de alguma forma atrelada ao Governo Federal, e se receberia apoio do Presidente da República, Jair Bolsonaro, Bruno pontuou seu compromisso com as demandas da cidade de Salvador, e também seu desejo de diálogo com os demais poderes, como o Governo do Estado, oposição à sua coligação.

“Ficam me perguntando se sou candidato de Bolsonaro, desse ou daquele personagem. Quero dizer o seguinte: sou candidato da cidade. Fui escolhido pelo prefeito ACM Neto após ele fazer uma ampla pesquisa. Tenho uma série de projetos e vou procurar o presidente, vou procurar o governador. É um direito da cidade. Caso não consiga, não vou ficar procurando culpados, nós andamos com as próprias pernas, somos capazes de resolver problemas históricos com recursos próprios”, frisou o prefeiturável do DEM.

Confira na íntegra o primeiro bloco da sabatina de Bruno Reis:

Texto: Rogério Alves, Luan Julião e Elias Pereira
Foto: Luan Julião / Sociedade Online

 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X