Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias Notícias em destaque Salvador

Bruno Reis diz que prefeitura vai ter que pagar ‘desequilíbrio da pandemia’

Ao falar sobre o pagamento do décimo terceiro salário dos rodoviários de Salvador – que deveria ter sido feito em 20 de novembro deste ano –, o prefeito Bruno Reis (DEM) destacou, em entrevista à Rádio Sociedade na manhã desta terça-feira (7), que prefeitura vai ter que pagar um ‘desequilíbrio da pandemia’.

“A prefeitura vai ter que fazer pagamento de um valor referente ao desequilíbrio, mas, como sempre, a gente condiciona a melhoras no sistema. Então, é aí que nós vamos antecipar a renovação da frota, é aí que vão vim os ônibus elétricos”, destacou.

Bruno relembrou que Salvador transportava 28 milhões de passageiros por mês e que na pandemia caiu para 10,8 milhões. “Nós tínhamos que manter a mesma quantidade de ônibus rodando para diminuir a aglomeração no transporte público para não aumentar a transmissão do coronavírus”.

“Sendo que é um problema real, não é só de Salvador, é de todas as cidades. No horário de pico tínhamos problemas. Ninguém está aqui para tapar o sol com a peneira. Botamos mais ônibus, os que estavam estocados, mas mesmo assim tinha aglomerações. Agora, pós-pandemia, nós subimos para 17 milhões, mas estamos transportando 10 milhões a menos do que transportávamos. Então, houve uma queda da receita do sistema e um aumento da despesa”, completou.

Assista à entrevista completa no YouTube:

Foto: Betto Jr. / Secom

Tags:

Leia também