Digite sua busca

 

 

Brasil Justiça Notícias Notícias em destaque Pandemia Política

Carlos Wizard volta ao Brasil e tem passaporte retido

O empresário Carlos Wizard voltou ao Brasil e logo teve seu passaporte retido pela Polícia Federal, como pedido pelo senador Omar Aziz (PSD-AM), que determinou a apreensão do documento após o empreendedor não comparecer à CPI da Covid, onde ele prestaria depoimento no dia 17 de junho.

De acordo com a PF, o passaporte foi retido nesta segunda-feira (28), por volta das 9h30, pelo serviço de Imigração da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas.

Wizard prestará depoimento à comissão nesta quarta-feira (30). Ele é apontado como um dos integrantes de um suposto “gabinete paralelo”, onde um grupo aconselhava o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a lidar com situações da pandemia com medidas anti-vacina e sem comprovação científica de eficácia.

Através das redes sociais, o empresário afirmou que viajou para Utah, nos Estados Unidos em março para visitar os pais. Ele ainda informa que seguiu para a Flórida para “estar próximo à minha filha Thaís, que dará a luz ao meu neto nos próximos dias”.

“Acabou de pousar em Campinas e logo mais sigo para Brasília, onde farei meu depoimento na quarta-feira. Agradeço à manifestações de apoio e carinho dos amigos. Estou com a consciência em paz”, completou.

Com o retorno ao Brasil, Carlos Wizard irá depor pessoalmente à CPI. Na última semana, a comissão teve acesso a quebra de sigilo bancário do empresário.

Foto: Washington Costa/Ministério da Economia

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143