Digite sua busca

 

 

Notícias Notícias em destaque Polícia Salvador

Caso Atakarejo: treze pessoas são denunciadas pelo MP-BA

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) denunciou treze pessoas por crimes que resultaram nas mortes de Bruno Barros da Silva e Yan Barros da Silva no último dia 26 de abril. Ambos foram levados do interior da loja Atacadão Atakarejo, localizada no bairro de Amaralina, e entregues para execução no bairro do Nordeste de Amaralina, na localidade do Boqueirão, em Salvador.

As pessoas foram denunciadas pelos crimes de homicídio qualificado, constrangimento ilegal, extorsão, cárcere privado e ocultação de cadáver.

Denunciados

Foram denunciados pelos crimes de homicídio qualificado – por motivo torpe, meio cruel e sem possibilitar a defesa das vítimas –, constrangimento ilegal e extorsão o gerente-geral da loja e dois prepostos.

Três suspeitos foram denunciados por crimes de homicídio qualificado e cárcere privado. Eles foram apontados como responsáveis por entregar as vítimas aos executores.

Outros cinco foram denunciados por homicídio qualificado, identificados como os responsáveis pela execução. O MP denunciou ainda outros dois por ocultação de cadáver.

A denúncia foi oferecida nesta segunda-feira (12) pela promotora de Justiça Ana Rita Cerqueira Nascimento, coordenadora do Núcleo do Júri (NUJ). Ela requereu a decretação da prisão preventiva de todos os denunciados, para viabilizar a continuidade da instrução criminal, da aplicação penal e a garantia da ordem pública.

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143