Digite sua busca

 

 

Brasil Notícias Notícias em destaque Polícia

Caso Jacarezinho: MP avança nas investigações isoladas das 28 mortes na ação policial

A força-tarefa do Ministério Público do Rio de Janeiro apura de forma avançada cenários com poucos mortos em ambientes fechados durante a ação policial, realizada em 6 de maio e que deixou 28 mortos, na comunidade do Jacarezinho, no Rio de Janeiro.

De acordo com o G1, a tendência é que as análises das mortes durante a operação sejam concluídas de forma separada, levando em conta os locais onde elas aconteceram.

A operação completa três meses nesta sexta-feira (6). Os membros da força-tarefa, criada cinco dias depois da ação, aguardam ainda o resultado de perícias independentes que foram pedidas fora do âmbito do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE).

Investigadores dedicam cuidado especial com declarações e reconhecimentos de policiais feitos por parentes de vítimas e testemunhas da ação policial. Promotores da força-tarefa pediram fotos e vídeos para apurar se houve abusos de autoridade.

Além disso, em ofício enviado à Secretaria de Estado de Polícia Civil, os investigadores pediram também as imagens aéreas que foram feitas durante a operação.

A investigação da força-tarefa, que tem duração prevista de quatro meses, pretende apurar também:

A morte do policial André Frias e tentativa de homicídio contra outros agentes;

Duas tentativas de homicídio a passageiros do metrô;

Eventual fraude processual na remoção de cadáveres.

A Polícia Civil nega que tenha havido execuções, e aplicou um sigilo de cinco anos sobre documentos da operação.

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143