Digite sua busca

 

 

Bahia Destaque Notícias Notícias em destaque Polícia Salvador

Caso Jaguaribe: Taxista envolvido no triplo homicídio tem prisão convertida

O taxista envolvido no triplo homicídio da praia de Jaguaribe, em Salvador, teve a sua prisão em flagrante convertida para preventiva. A decisão foi informada ontem (9), após audiência de custódia.  

O mesmo ocorreu com os dois motociclistas que participaram do crime e foram presos preventivamente. Em ambos os casos, a solicitação feita pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi concedida pelo Tribunal de Justiça.

Capturado na Avenida Vasco da Gama, o taxista confessou ter feito o transporte dos dos primos Felipe Fiúza e Caio Fiúza, até o local do crime e depois buscou os atiradores, no bairro de Itapuã.

Segundo o motorista, que responde a cinco inquéritos por receptações de veículos roubados, ele recebeu o valor de 100 reais para realizar o serviço.

“Mais uma etapa vencida pelas equipes do departamento (DHM e NI) e do DIP da Polícia Civil, nesse caso que revoltou os baianos. Infelizmente, entre autores e coautores, temos indivíduos com passagens pela polícia e sistema prisional. Eles não deveriam estar nas ruas”, comentou José Bezerra, diretor do DHPP.

O delegado informou ainda que as equipes continuam realizando operações para capturar os primos responsáveis pelos disparos de armas de fogo.

“Além das ações de inteligência, a população pode ajudar através dos telefones 3235-0000 (Salvador e RMS) e 181 (interior)”, completou Bezerra.

Foto: Alberto Maraux|SSP-BA

Leia mais:

Disparos deixam quatro mortos na praia de Jaguaribe, em Salvador

“Foi possível coletar importantes evidências na localidade”, diz delegado que investiga mortes na praia de Jaguaribe

Dois homens suspeitos de envolvimento no atentado em Jaguaribe são presos no bairro da Valéria

SSP confirma participação de dupla presa no bairro de Valéria na morte dos jovens em Jaguaribe

Polícia localiza terceiro envolvido nas mortes em Jaguaribe

Caso Jaguaribe: Justiça converte em preventiva prisão de dois suspeitos

Caso Jaguaribe: Atiradores entram para o Baralho do Crime; suspeitos são primos

Tags:

Leia também