Digite sua busca

 

 

Brasil Notícias Notícias em destaque Política

Caso Marielle: suspeito de participação na morte da vereadora é preso na Paraíba

Um homem que é suspeito de envolvimento na morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, ocorrida em março de 2018, foi preso pela Polícia Civil da Paraíba. O nome do acusado não foi revelado, mas existe a suspeita de que ele seja chefe da milícia da Gardênia Azul e do Morro do Tirol, no Rio de Janeiro.

A prisão foi efetuada por policiais da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), no município de Queimadas, a cerca de 140 km de João Pessoa. O suspeito estava na companhia de outro homem, que também foi preso. De acordo com a nota divulgada pela Polícia Civil da Paraíba, a operação atendeu a um pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ).

Ainda na nota, a polícia associa a prisão do acusado ao assassinato da vereadora, mas o delegado do caso, Diego Beltrão, disse que não há, no momento, elementos que liguem o preso à morte da vereadora carioca.

O homem era alvo de uma denúncia do MP fluminense, que se refere a uma outra execução, ocorrida em 12 de outubro daquele mesmo ano, na zona oeste do Rio de Janeiro. O rapaz, junto com outros três criminosos, teria assassinado uma pessoa que teve uma briga com a esposa em público durante uma festa, o que não teria agradado aos milicianos.

Foto: Renan Olaz / Câmara Municipal do Rio

Tags:

Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143