Digite sua busca

 

 

Futebol Notícias Notícias em destaque Pandemia SAÚDE

CBF divulga números no futebol durante a pandemia e defende realização de jogos

Foi divulgado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nesta quarta-feira (10), um relatório da efetividade dos protocolo de segurança durante as partidas e, com isso a entidade defendeu a continuidade dos campeonatos nacionais, mesmo com o aumento de caso da Covid-19 no país.

“A aplicação do protocolo sanitário, com a convicção ainda mais forte que nós já tínhamos no ponto de vista teórico, em agosto, quando retomamos. Mas agora com convicção da aplicação na prática. O futebol é seguro, controlado, responsável e tem todas as condições de continuar”, afirmou Walter Feldman, secretário-geral da CBF.

Já o coordenador médico da CBF, Jorge Pagura, apresentou dados e informações em relação ao protocolo que explicam a decisão da entidade em seguir com as competições no Brasil.

“Trabalhamos em conjunto para que a gente pudesse realizar nossa atividade. Somos médicos, treinados para salvar e não há nada mais importante que a vida. Reconhecemos também o problema social como perda de empregos. Tentamos unir preservação da saúde de qualquer maneira e tentar elaborar um protocolo que preenchesse alguns preceitos. 1º: segurança de todos; 2º: controlabilidade; 3º: manutenção das atividades. Isso norteou o nosso trabalho”, disse Pagura.

Confira alguns dados apresentados pela CBF

De agosto até o fim da temporada passada, marcada pela final da Copa do Brasil, 367 equipes estiveram envolvidas em competições da CBF em 20 campeonatos diferentes. Foram 2.423 partidas ao todo.

Foram realizados testes de Covid nos 26 estados + Distrito Federal. Ao todo, foram 112 municípios brasileiros.

Foram feitos 89.052 testes PCR em pessoas envolvidas nas partidas – desses, 13.237 foram atletas. Nenhum jogador entrou em campo sem ser testado. A CBF informou que apenas 2,2% de todos os testes deram positivo.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Tags:

Leia também