Digite sua busca

 

 

Brasil Notícias Notícias em destaque Política

CCJ aprova indicação de André Mendonça para ocupar vaga no STF

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal aprovou, nesta quarta-feira (1º), por 18 votos a favor e 9 contrários, o nome do ex-ministro da Justiça e ex-Advogado-Geral da União, André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), ao Supremo Tribunal Federal (STF). Agora, cabe ao Plenário da Casa decidir se ele poderá ocupar o lugar que ficou vago no Supremo após a aposentadoria do ex-ministro Marco Aurélio Mello.

A sessão no plenário, presidida pelo senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), contará com a decisão por parte de todos os senadores. Mendonça precisa ser aprovado pela maioria absoluta da Casa, ou seja, pelo menos 41 de 81 senadores.

Apesar de ser lembrado como uma pessoa bastante religiosa, em suas declarações iniciais Mendonça deixou claro que não fará manifestações religiosas no plenário do STF e defendeu o estado laico. “Na vida, a Bíblica; no Supremo, a Constituição”, declarou.

“Sempre tive uma preocupação com isso. Nunca pus no meu currículo profissional o fato de eu ser pastor. Até diante da fala do presidente de orações diante das sessões, expliquei a ele que não há espaço para manifestação publica religiosa durante uma sessão do STF”, disse.

Tags:

Leia também