Digite sua busca

 

 

Notícias em destaque SAÚDE

Ciência estuda drogas já existentes no tratamento da Covid-19: Cloroquina lidera estudos

A Cloroquina é a droga mais testada no mundo contra a Covid-19. A ciência busca medicamentos já existentes para doenças novas porque o desenvolvimento de princípios ativos leva muito tempo.

Por conta disso, 145 pesquisas estudam a Cloroquina, remédio inicialmente utilizado no tratamento de malária, no tratamento da Covid 19. Isso, em 35 países diferentes. O país que lidera em número de pesquisas sobre o medicamento são os Estados Unidos, com 45 pesquisas em andamento. O presidente Donald Trump é o maior incentivador do uso do remédio no tratamento da Covid-19, o que influenciou outras nações.

O Brasil está entre os dez países que mais realizam estudos clínicos com a Cloroquina para o tratamento da pandemia. Atualmente, 12 drogas estão sendo testadas no país para combater a Covid-19. Destes, sete são estudos que testam a Cloroquina em cerca de 2.820 pacientes.

A primeira pesquisa no Brasil foi registrada em 23 de março, quatro dia após de Trump incentivar o uso do remédio. O presidente Jair Bolsonaro determinou que o exército brasileiro intensificasse a produção da droga. Depois dos Estados Unidos, o Brasil só perde em quantidade absoluta de testes de Cloroquina com pacientes para a França, que tem 16 experimentos.

Ainda não há registro da eficácia do medicamento no tratamento da Covid-19. O Ministério da Saúde alerta para o uso indiscriminado do medicamento, indica que seja usado apenas em casos graves da Covid-19 e determina que apenas médicos podem decidir sobre o uso da droga e receita-la.

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X